NOTÍCIAS
NOTÍCIA
ADMINISTRAÇÃO
Publicado em 24 JAN 2013
SÃO ROQUE/PALMAS - Município entrega rede de água para comunidade quilombola

A semana ficará marcada como o início de uma nova era para as 30 famílias da comunidade do Morro São Roque, Palmas, que, após anos sofrendo com escassez de água em períodos de estiagem, finalmente pode comemorar e desfrutar do direito de ter água em abundância em suas torneiras, graças à perfuração de um poço artesiano de 252 metros e execução de uma nova rede de água na localidade. A entrega foi realizada com a presença de duas comitivas lideradas pelo Prefeito Sidnei Eckert e vice Áurio Scherer. Na quarta-feira, dia 23, o local foi visitado pelo Superintendente da Superintendente da Fundação Nacional de Saúde (Funasa) Gustavo de Mello. Já na quinta-feira, dia 24, a comunidade quilombola Associação Vovô Teobaldo recebeu o Secretário de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR), Ivar Pavan. Nas suas visitas por São Roque, Mello e Pavan falaram sobre a importância de parcerias para a viabilização de projetos, e da necessidade de disponibilizar condições básicas para o bem estar da população. –Este é um momento de reparação com o povo negro. Água potável e segura é um direito de todos os cidadãos. Arroio do Meio está de parabéns e serve de exemplo para todos–, afirmou Mello. –Onde o Prefeito é parceiro das políticas, elas chegam muito mais cedo às casas do cidadão. Água é saúde e direito de todos–, reforçou Pavan em sua estada. Eckert relembrou outras iniciativas realizadas pela administração para valorizar a comunidade de São Roque, incluindo a melhoria do acesso, atendimento da Unidade Móvel de Saúde na localidade e inclusão da cultura afro no Núcleo Municipal de Cultura. A Presidente da Associação Vovô Teobaldo, Loni Maria da Silva, afirmou que a partir de agora a comunidade terá uma nova vida. –Antes tínhamos que priorizar por água pra beber, cozinhar ou pro banheiro. Agora é só ligar a torneira a qualquer hora que temos água o tempo todo–, comemorou. A viabilização da nova rede de água foi possível por meio da parceria entre Funasa, através de uma emenda do Deputado Osmar Terra no valor de R$ 100 mil, usados para a instalação da rede de abastecimento de água; Concessionária AES Sul, que executou o reforço da rede de energia elétrica, instalando uma rede trifásica; e um convênio entre o município e o Estado, onde o Estado, por meio da SDR, cedeu o maquinário para a perfuração do poço artesiano, e o município arcou com as despesas de combustível das máquinas, hospedagem e alimentação dos operários. Além deste poço, as comunidades de Picada Café, Forqueta e Dona Rita também foram contempladas com a mesma parceria, beneficiando cerca de 500 famílias no total. Além da estada em São Roque, Mello acompanhou o levantamento topográfico que está sendo realizado nas ruas da cidade, para fins de georreferenciamento das 19 bacias do município, subdivididas em cinco áreas da zona urbana. O estudo faz parte do projeto do Plano de Saneamento Básico do Município e deve ser finalizado no primeiro semestre do ano, para posterior aprovação e busca de recursos para execução do mesmo. A procura pela solução na área do sistema de esgoto sanitário iniciou em 2010, quando a administração municipal, em conjunto com a Corsan, inscreveu o município no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC2), por meio Funasa. Em abril de 2012 Mello esteve no município, quando anunciou a elaboração do projeto. Já na quinta-feira, o Secretário Pavan seguiu de Palmas para Arroio Grande, onde a sua comitiva visitou a propriedade de Astor Klaus, um dos 25 produtores do município beneficiados em 2012 com o Programa Estadual de Micro Açudagem – Irrigando a Agricultura Familiar. Desde 2010 a administração municipal estava em busca de recursos, junto ao Estado, para a viabilização do Programa que visa o incentivo à piscicultura e irrigação no setor primário. A viabilização se deu por meio da parceria entre Secretaria de Agricultura – que levantou os nomes dos produtores e fez a articulação política necessária; Emater – responsável pelo projeto técnico e acompanhamento do Programa no município; Governo Estadual – através da SDR, desenvolveu o Programa com subsídios de 80% dos custos da implantação de microaçudes, cisternas e/ou sistemas de irrigação; e produtores rurais do município, que entram com a contrapartida de 20% dos custos da máquina terceirizada utilizada na abertura dos açudes. Legenda: Comunidade quilombola comemora pela água potável nas torneiras junto à Administração Municipal, Superintendente da Funasa, e demais convidados. Fotos: Maica Viviane Gebing Texto: Assessoria de Imprensa

Já conhece Arroio do Meio? Confira alguns pontos turísticos da cidade.
© 2016 - Município de Arroio do Meio RS - Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Vertigo Comunicação.